Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Penápolis, 20 de novembro de 2017
imagem
Rubens de Medici Ito Bertolini - SD
Vereadores
24ª LEGISLATURA

Presidente Atual
Rubens de Medici Ito Bertolini
Adalgiso do Nascimento - PMDBBruno Marcos Araújo dos Santos - PSDCarlos Alberto Soares da Silva - PPSEster Maria Sezalpino Mioto - PSD
Evandro Tervedo Novaes - DEM
Francisco José Mendes - PSDBIvan Eid Sammarco - PPSJosé Antonio Ferres Chacon - PSD
Júlio César Caetano - PSD
Reginaldo Sacomani - DEMRoberto Delfino da Silva - PMDBRodolfo Valadão Ambrósio - PSD
Próxima Sessão

Sessão Ordinária


Dia 20-11-2017

20h00

Adiado projeto que declara feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi
Imagem Noticia para indexar no facebook

Foto:Vereador Júlio Caetano defende declaração da Sexta-Feira Santa e Corpus Christi como feriados municipais para beneficiar quem trabalha nesse dias

A Câmara Municipal de Penápolis, adiou segunda-feira, dia 28, por uma semana, a votação de projeto de lei de autoria do vereador Júlio Caetano (PSD), declarando  feriados municipais a Sexta-Feira Santa  e Corpus Christi.  A propositura tem objetivo beneficiar os funcionários que trabalham  nos feriados, como em supermercados, restaurantes, farmácias  e postos de combustíveis através do pagamento de hora extra. "Não estamos criando, estamos adequando a legislação para os feriados. Nesses dias, aumentam o trabalho e o faturamento dos estabelecimentos e é justo o pagamento diferenciado ao trabalhador",  discursou Júlio Caetano na tribuna da Câmara Municipal.

O vereador Adalgiso do Nascimento, o "Ziza" (PMDB), defendeu busca de parecer dos sindicatos patronal e dos funcionários  das categorias envolvidas. O peemedebista também manifestou preocupação com o projeto. "Não se mexe em algo que está funcionando bem ", considerou.

O vereador Alcebíades Soares, o "Neto" (PSDB), discursou pelo adiamento da votação. "Vamos discutir mais e esclarecermos as dúvidas".

O vereador Pr. Bruno Marco (PSD), reforçou apoio para a ampliação do debate sobre declarar feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi. "Esclareceremos as dúvidas, podendo chegar a um denominador comum".

O vereador Carlos Alberto Soares da Silva, o "Carlão da Educação" (PPS), pediu apuração se o projeto em pauta abrangeria a administração municipal com aumento nas despesas com pessoal. "Se tiver aumento dos gastos para a prefeitura, o projeto não pode ser de iniciativa da Câmara Municipal", disse "Carlão da Educação".

O vereador Nardão Sacomani (DEM), repercutiu que existem casos em que já existe pagamento diferenciado para quem trabalha na Sexta-feira Santa e Corpus Crhisti. O democrata também apoiou aumento da discussão da matéria.

O vereador Francisco José Mendes, o "Tiquinho"(PSDB), afirmou que os estudos para declaração como feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi podem ser feitos sem pressa porque nos dois casos o período já passou em 2017. 







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior