Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Penápolis, 25 de setembro de 2017
Rubens de Medici Ito Bertolini - SD
Vereadores
24ª LEGISLATURA

Presidente Atual
Rubens de Medici Ito Bertolini
Adalgiso do Nascimento - PMDBAlcebíades Soares - PSDBBruno Marcos Araújo dos Santos - PSDCarlos Alberto Soares da Silva - PPS
Ester Maria Sezalpino Mioto - PSD
Evandro Tervedo Novaes - DEMFrancisco José Mendes - PSDBIvan Eid Sammarco - PPS
José Antonio Ferres Chacon - PSD
Júlio César Caetano - PSDReginaldo Sacomani - DEMRodolfo Valadão Ambrósio - PSD
Próxima Sessão

Sessão Ordinária


Dia 25-09-2017

20h00

Câmara adia votação de projeto de feriados municipais
Imagem Noticia para indexar no facebook

Foto:Projeto que declara feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi teve grande repercussão anteontem na Câmara Municipal

Pela segunda vez consecutiva, a Câmara Municipal de Penápolis adiou anteontem, dia 4, a votação de projeto do vereador Júlio Caetano (PSD), com declaração de feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi. A propositura tem objetivo de atender aos funcionários que trabalham nesses dias com recebimento de benefícios extras. A decisão pelo adiamento ocorreu por  busca de mais discussão diante de divergências sobre a iniciativa, incluindo posicionamento contrário do Sindicato do Comércio Varejista e da Associação Comercial e Empresarial.

O vereador Júlio Caetano relatou que mais de 200 municípios já declararam feriados municipais a Sexta-Feira e Corpus Christi, como Campinas, Jaú, Jales, Lins, Tupã, Andradina, São José do Rio Preto, Jaboticabal e Presidente Prudente. "Para o trabalhador, o ganho de R$ 30,00, R$ 40,00 vai ajudar muito e não vai quebrar nenhum comércio ou empresa. Enquanto muitas pessoas estão passeando, tem quem trabalha duro nos supermercados e outros estabelecimentos na Sexta-Feira Santa e Corpus Christi", discursou Júlio Caetano.

A vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD), se posicionou favorável ao projeto. "Se os empregadores ganham mais nos feriados, podem pagar mais. Confio numa boa adaptação à iniciativa proposta".

O vereador Francisco José Mendes, o "Tiquinho" (PSDB), repercutiu que ainda faltam muitos aspectos para esclarecimentos  sobre declarar feriados municipais a Sexta-Feira Santa e Corpus Christi. O tucano manifestou preocupação para impactos financeiros que o projeto pode causar.

O vereador Nardão Sacomani (DEM), disse que  em pesquisa na região, constatou que projetos relacionados a feriado ou não são por decisão do prefeito, o que foi reforçado pelo vereador Adalgiso do Nascimento "Ziza".

O vereador Carlos Alberto Soares da Silva, o "Carlão da Educação" (PPS), manifestou preocupação de causa de desemprego com a obrigatoriedade de pagamentos extras pelos empregadores. "Precisamos discutir mais o projeto".

O vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o "Dr. Rodolfo" (PSD), considerou  que os favoráveis e contrários à declaração dos feriados municipais têm suas razões pertinentes  e apoiou o adiamento da votação para aprofundamento do debate.

Audiência: A Câmara Municipal  realiza  audiência pública às 19h30 de hoje   para discutir políticas de geração e manutenção de empregos em Penápolis.  A iniciativa atende requerimento de autoria do vereador Júlio Caetano.







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior