Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Penápolis, 18 de dezembro de 2017
Rubens de Medici Ito Bertolini - SD
Vereadores
24ª LEGISLATURA

Presidente Atual
Rubens de Medici Ito Bertolini
Adalgiso do Nascimento - PMDBBruno Marcos Araújo dos Santos - PSDCarlos Alberto Soares da Silva - PPSEster Maria Sezalpino Mioto - PSD
Evandro Tervedo Novaes - DEM
Francisco José Mendes - PSDBIvan Eid Sammarco - PPSJosé Antonio Ferres Chacon - PSD
Júlio César Caetano - PSD
Reginaldo Sacomani - DEMRoberto Delfino da Silva - PMDBRodolfo Valadão Ambrósio - PSD
Próxima Sessão

Sessão Extraordinária


Dia 18-12-2017

17h00

Aprovado projeto para prefeitura pagar dívida da Santa Casa com a CPFL
Imagem Noticia para indexar no facebook

Foto:Coral Caminho de Luz, da Escola Augusto Pereira de Moraes e flautistas do grupo Lapidar, fizeram apresentações anteontem na sessão da Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Penápolis aprovou por unanimidade segunda-feira,  dia 4,  autorização para a prefeitura pagar a dívida da Santa Casa com a CPFL, num total de   R$ 1.929.120,00. O valor será dividido em 120 parcelas de R$ 16.076,00. O vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o "Dr.  Rodolfo" (PSD), repercutiu que  dívida da Santa Casa com a CFPL vinha causando impedimentos de melhorias estruturais, como a instalação de uma nova lavanderia que ele ajudou a conquistar há  mais de 4 anos. "Que não ocorra novo atraso na conta de energia pela Santa Casa, caso contrário haverá comprometimento do esforço para quitar a antiga dívida", considerou Dr. Rodolfo.

A vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD), questionou de  onde sairá o dinheiro para pagamento da energia da Santa Casa. "Se não tinha recursos para quitar a conta do mês passado, como fará na próxima?". A parlamentar defendeu a formação de uma nova equipe de gestão para atuar na Santa Casa. O presidente da Câmara Municipal, Rubinho Bertolini (SD), pediu esclarecimentos da origem da dotação para pagar o parcelamento.

O vereador Júlio Caetano (PSD),  relatou que a dívida geral da Santa Casa ultrapassa R$ 25 milhões. "Só que já é um grande passo parcelar a dívida com a CPFL".

O vereador Nardão Sacomani (DEM), enalteceu a coragem do prefeito Célio de Oliveira (PSDB), em reabrir a Santa Casa um dia após o fechamento da instituição no primeiro mandato dele e a continuar no enfrentamento dos desafios do hospital. O democrata relatou que a dívida com a CPFL era ainda maior, mas houve redução em negociação com a empresa, o que foi reforçado também em discurso do vereador Carlos Alberto Soares da Silva, o "Carlão da Educação" (PPS).

O vereador Adalgiso do Nascimento, o Ziza (PMDB), destacou a importância da Santa Casa, a qual tem merecimento de investimentos.

O vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), contou que a partir do parcelamento,    a CPFL  promoverá avanços na parte de energia na Santa  Casa, inclusive com redução média de 30% no consumo.

O vereador Roberto Delfino (PMDB), cobrou apoio dos municípios que utilizam a Santa Casa local, o que foi reiterado pelo vereador Ivan Sammarco (PPS). "É muito difícil a situação da Santa Casa com o que o SUS paga", afirmou Ivan Sammarco.







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior