Ir para o conteúdo

Câmara de Penápolis e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Siga nossos canais
Câmara de Penápolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
30
30 NOV 2017
Vereador Pr. Bruno Marco pede nova fiscalização contra irregularidades com casas populares
enviar para um amigo
receba notícias

A Câmara Municipal de Penápolis aprovou segunda-feira, dia 27, requerimento do vereador Pr. Bruno  Marco (PSD), por realização de nova fiscalização contra irregularidades com venda, aluguel e não ocupação  de imóveis do programa "Minha Casa, Minha Vida", na cidade.  O documento foi encaminhado ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis  do Estado de São Paulo (CRECI), que em março de 2016, promoveu blitz nos bairros Benone Soares de Queiroz, Gualter Monteiro e Oswaldo Vizoni. "O Programa Minha Casa, Minha Vida, é feito para atender pessoas  que realmente precisam do imóvel e não para ter destinação  a aluguel ou venda pelos contemplados logo após o recebimento da escritura", diz Pr. Bruno Marco no requerimento. Ele  defende a perda do imóvel pelo beneficiado no caso de constatação de irregularidade e exclusão dele de qualquer outro programa similar, seguida de atendimento a quem de fato necessita do apoio para moradia própria.

Proibição: Os conjuntos habitacionais do programa do governo federal Minha Casa Minha Vida, enquadrados na Faixa 1, destinam-se  a famílias com rendimentos mensais de até R$ 1.600,00. Os imóveis dessa faixa não podem ser vendidos ou alugados pelos beneficiados até que estejam quitados, ou seja após 10 anos de seu recebimento. Na fiscalização do CRECI no ano passado, 634 imóveis foram vistoriados.  O trabalho constatou 3  unidades  cedidas a outras famílias,  4 imóveis com comércio instalado, 12 unidades desocupadas, 3  unidades alugadas, 03 unidades vendidas, 1  unidade dada  como permuta e 46 unidades ficaram sob suspeita. Em  562 unidades não houve registro de irregularidade.

Resultado: Em acompanhamento  ao trabalho contra irregularidades através das casas populares, a Câmara Municipal, por iniciativa do vereador Adalgiso do Nascimento, o "Ziza" (PMDB), aprovou dia 24 de abril, requerimento à Caixa Econômica Federal, na busca de informações sobre a efetivação da retomada de moradias em situação irregular e o seu repasse para suplentes.

Moção: A Câmara Municipal aprovou Moção de Congratulação  à empresária e embaixadora  da Rede Mulher Empreendedora, Carla Braz, à coach Marisa Tonello e ao Sincomércio pela realização  do 1º Café  Com as Empreendedoras de Penápolis (propositura do vereador Ivan Sammarco).

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia