Ir para conteúdo do site interna

Ir para o conteúdo

Câmara de Penápolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Proposições
MOÇÃO DE REPÚDIO, EM NOME DA PROCURADORIA DA MULHER DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENÁPOLIS, AO DEPUTADO ESTADUAL ARTHUR DO VAL (PODEMOS/SP), POPULARMENTE CONHECIEMTNO COMO “MAMÃE FALEI”, PELAS DECLARAÇÕES OFENSIVAS E DESRESPEITOSAS ÀS MULHERES UCRANIANAS E BRASILEIRAS.
MOC - Moções
mocao_003-2022_(jandineia)_08104132.pdf 881,50 KB
Download
Detalhes
Detalhes
Situação
Aprovado
Legislatura
De 01/01/2021 até 31/12/2024
Número
3/2022
Data
07/03/2022
Ementa
A Procuradoria da Mulher – Câmara de Vereadores, vem a público manifestar Moção de Repúdio pelas declarações ofensivas e desrespeitosas às mulheres ucranianas e brasileiras, feitas pelo deputado estadual Arthur do Val (Podemos/SP), também conhecido como “Mamãe Falei”. Entendemos que o deputado, um sujeito que não respeita as mulheres nem mesmo sofrendo a tragédia de uma guerra não pode ser admitido no parlamento e deve, ser responsabilizado por sua falta de decoro. Reiteramos que as declarações lamentáveis do deputado Arthur do Val levem o Congresso Nacional a olhar com mais responsabilidade e senso de justiça os inúmeros projetos em tramitação nas duas Casas, de interesse e de proteção às mulheres. As suas declarações são repugnantes, asquerosas e uma das maiores indignidades que já vimos. Agridem as mulheres, envergonham o Brasil, enxovalham a política e pior, foram feitas em um contexto de guerra e dor. Demonstra total desprezo pelo sofrimento humano e dignidade das mulheres, ao referenciá-las como objeto sexual, no momento em que estão tentando sair do país em busca de abrigo para proteger suas vidas. As palavras do deputado evidenciam que o machismo é um dado cultural que ultrapassa classes sociais e ideologia, e deve ser penalizado exemplarmente. Esse fato lamentável veio à tona no mesmo dia em que o ministro de Relações Exteriores da Ucrânia denunciou o estupro de mulheres ucranianas por soldados russos. Esperamos que o deputado Arthur do Val peça desculpas à nação e às mulheres ucranianas, mas que também sofra as sanções políticas cabíveis, por ter se referido ás mesmas de uma maneira tão infeliz e deplorável. Essa punição deve levar em consideração as notícias, bem com a repercussão de áudios vazados, quando o deputado se refere às mulheres ucranianas de maneira leviana e vulgar .Os comentários sexistas se referiam às policiais de fronteira, e ele também compara às brasileiras. Os referidos áudios – compartilhados em aplicativos de mensagem – mostram que o deputado enviou ao menos quatro mensagens, com esses comentários. Em um deles, o deputado informou ter ido à Ucrânia “para ajudar os refugiados e mostrar a realidade de uma guerra, chegando a dizer que as ucranianas “são fáceis porque são pobres” . A Procuradoria da Mulher, da Câmara de Vereadores de Penápolis, não deixará de se manifestar e repudiar quaisquer manifestações que aprofundem as desigualdades, o desrespeito, o preconceito e a violência contra as mulheres. Como órgão político e institucional que atua em benefício e defesa da população feminina, a Procuradoria da Mulher reforça que todos os esforços continuarão sendo feitos em defesa dos avanços alcançados por meio de políticas públicas de proteção e empoderamento das mulheres. Por fim, a Procuradoria da Mulher, acionará a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, para que sejam tomadas todas as providências cabíveis.
Clique para ler tudo sasasasas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia