Ir para o conteúdo

Câmara de Penápolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
21
21 SET 2021
Pedidos reforçam defesa para viabilização de transporte escolar

A Câmara Municipal de Penápolis novamente registrou manifestos em defesa da viabilização de transporte escolar aos alunos moradores da zona rural matriculados em escolas particulares e  Colégio Agrícola. A vereadora Professora Jandinéia (PT) apresentou mais um requerimento na busca de informações da administração municipal sobre quais seriam os apontamentos do Tribunal de Contas contrários ao atendimento, o qual deixou de ser prestado em 2021. O vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o “Dr. Rodolfo” (PSD) afirmou que a atual gestão age dentro da legalidade, o que por vezes gera transtornos. O pessedista ratificou pedido para criação de auxílio para o transporte dos alunos que comprovadamente necessitam do mesmo. O vereador Altair  Reis (Cidadania) reclamou que falta apresentação de alternativas e propostas do Executivo em prol aos prejudicados pela suspensão do  transporte escolar.

O vereador  Paulinho do Esporte (DEM) disse que não existem determinações contrárias para o atendimento. O vereador Nelson Kbção (Cidadania) afirmou que confia que haverá efetivação de forma para contemplar os alunos com transporte escolar e citou busca de tentativa de convênio com o Colégio Agrícola, possibilidade também defendida pelo vereador Professor Bruno (PSD).   A presidente da Câmara Municipal, Letícia Sader (MDB) relatou que ela e a vereadora Professora Jandinéia acompanharam o manifesto de pais de alunos na segunda-feira pela manhã na frente da prefeitura. A emedebista considerou que um dos principais questionamentos consiste no fato da interrupção do transporte escolar de parte dos alunos ter sido feita somente agora depois de vários anos de atendimento. “Nós vereadores, já questionamos se houve apontamento do Tribunal de Contas ou do Ministério Público, e não recebemos nenhuma documentação”, afirmou Letícia Sader.

Seta
Versão do Sistema: 3.1.6 - 03/11/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia