Ir para o conteúdo

Câmara de Penápolis e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Siga nossos canais
Câmara de Penápolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
07
07 JUN 2024
Projeto em prol das educadoras é questionado em audiência
enviar para um amigo
receba notícias

A Câmara Municipal de Penápolis teve quarta-feira, dia 5, audiência pública sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, referente ao primeiro quadrimestre de 2024 (janeiro a abril), com apresentação pela administração municipal. O encontro foi conduzido pelo vice-presidente do Legislativo, vereador Júlio Caetano (PSD), tendo também a participação do vereador Paulinho do Esporte (UNIÃO BRASIL). Os dois membros da Câmara Municipal apresentaram questionamentos ao Executivo, representado pela secretária municipal de Finanças, Maria Emília, secretária municipal de Planejamento, Rosângela Vecchia, secretário municipal de Administração, Pablo Ambrósio Ianela e  pelo presidente do Daep, Carlos Alberto Bachiega. Júlio Caetano solicitou informações se as educadoras municipais serão contempladas com o reconhecimento como professoras, incluindo adequação salarial, antes das eleições municipais neste ano. A secretária de Planejamento respondeu que o projeto da reforma administrativa terá andamento dentro do prazo relatado, no entanto a vigência das mudanças dependerá de disposições das leis eleitoral e de responsabilidade fiscal. O vereador Paulinho do Esporte, entre outras questões, também buscou informação de quando o projeto da reforma administrativa será encaminhado para discussão e votação da Câmara Municipal. Rosângela Vecchia respondeu que matéria deverá avançar por etapas, consideradas as leis eleitoral e de responsabilidade fiscal, e que a primeira deverá ser da estrutura organizacional e dos cargos de comando.

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia